Arquivo da tag: natal

Sobremesas de Natal

Amo Natal principalmente por causa da comilança! Ok, encontrar a família é legal, mas não é sempre que se pode comer a vontade sem ter culpa nenhuma na barriga e no bolso! Amo Chester, Peru, Presunto defumado e sobremesas natalinas! Esse ano, eu e o César ficamos encarregados de fazê-las. As escolhidas foram Torta Banoffie e Rocambole de Morango! Ambas tiradas do “Livro Essencial das Sobremesas”. O pior é que eu tirei foto do passo-a-passo, mas esqueci de tirar foto da sobremesa pronta!!! Mas como elas ficaram lindonas e praticamente iguais as do livro, eu vou postar uma fotinho da interwebs, só pra ter uma noção.

 

Ingredientes espalhados na mesa >.<

Vamos lá! Primeiro aos ingredientes do Rocambole de Morango:

100g de castanha de caju moída

5 ovos separados

185g de açúcar

1 colher de chá de essência de baunilha

1/2 colher de chá de fermento

1 colher de sopa de farinha de trigo

Para o recheio:

170ml de nata

200g de morango picado ou esmagado

1 colher de sopa de açúcar

1 colher de sopa de brandy

O primeiro passo é pré-aquecer o forno a 180°C. Depois pega as gemas e mistura com o açúcar, fazendo uma gemada bem fofinha e clarinha. Mistura a essência de baunilha nessa gemada. Pega as claras e bate em neve, bem durinho, que é isso que vai deixar a massa do rocambole bem fofinha. Depois mistura aos poucos com a gemada, juntando a farinha e o fermento. No final, junta as castanhas. Nessa parte, a massa vai estar pronta para ir para a forma! Então pegue uma forma retangular, de mais ou menos 30x25cm, unte com óleo, forre com papel manteiga ou vegetal (isso se encontra em rolos no supermercado, junto dos sacos plásticos e papel alumínio) até as paredes, para não grudar. Por cima do papel, salpique um pouco de açúcar. Daí é só despejar a massa nessa forma e levar ao forno por mais ou menos 15min. É bom ficar cuidando, para não queimar. Assim que estiver pronto, pegue um pano de prato seco e limpo, forre com papel vegetal e salpique mais açúcar. Desenforme a massa nesse papel e enrole ainda quente com a ajuda do pano. Isso ajuda a dar a forma ao rocambole, sem quebrar. Depois de uns 5min pode desenrolar.

Para o recheio, é só bater a nata até ficar consistente. Cuidado para ela não virar manteiga! Junte o morango, o açúcar e o brandy a nata e é só espalhar no rocambole. Deixe 1,5cm de folga no final do rocambole, porque quando se enrola, o recheio vai escorregando pra fora! Depois dele enrolado, é só colocar em eu prato bonito e decorar! Eu coloquei um pouco de açúcar de confeiteiro para dar um aspecto natalino ao rocambole. Também raspei um pouco de chocolate por cima e decorei com metades de morangos. Ficou lindo e delicioso!

Ficou bem parecida com essa, mas com a massa mais escurinha, por causa da castanha

Essa receita é bem simples e não dá muito trabalho. Eu me compliquei um pouco na parte de desenformar e desgrugar do papel vegetal. Não sei se botei pouco açúcar ou o que, mas quase quebrei todo ele! No final deu tudo certo e ele ficou lindo! A receita original do livro se chama “Torta de avelã com creme de framboesa”. Repararam que eu substitui muitos ingredientes, né? Sim, eu quis deixar o custo da torta mais acessível, mas um dia farei a original. Agora a Torta Banoffie:

Massa:

155g de farinha de trigo

2 colheres de sopa de açúcar

85g de manteiga sem sal

Recheio:

4 bananas fatiadas

375ml de nata

400g de doce de leite

50g de chocolate meio amargo derretido

Primeiro a massa. Peneirar a farinha e o açúcar em uma tigela. Junte a noz e a manteiga fria em pedaços e vá modelando com as mãos, como se fosse uma farofa. Aí acrescente algumas colheres de água gelada, até que a massa fique homogênea, mas bem firme. Faça uma bola, embrulhe com filme plástico e leve a geladeira por 15min. Depois desse tempo, pegue uma forma redonda, daquelas de fundo removível, e estenda a massa para ficar com uma bordinha de mais ou menos 3 dedos. Leve a geladeira de novo por mais 20min. Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C. Quando tirar da geladeira, forre a massa com papel vegetal e coloque um peso em cima dela. Isso é necessário, porque se ela for ao forno sem nada, o meio infla e fica quebradiço. Existem umas bolinhas de cerâmica nas lojas especializadas em culinária que são específicas para fazer o peso. Outra opção, é colocar uma outra forma um pouco menor por cima e colocar pela metade arroz cru. Depois de utilizado, ele ainda pode ser guardado e usado normalmente. Sempre faço essa receita com arroz, e sempre utilizei o arroz depois e não notei diferença nenhuma. Continuando, leve ao forno com o peso por 15min. Depois retire o peso e o papel vegetal e leve ao forno novamente por 10min, cuidando para não queimar. Retire do forno e deixe esfriando.

Fica assim!

Depois que a massa esfriar, forre com uma camada de fatias de banana. Por cima, coloque todo o doce de leite. Depois bate ligeiramente a nata, até ficar firme e coloque por cima do doce. Decore com mais algumas fatias de banana e o chocolate derretido. Leve a geladeira até ficar geladinha e pronto, é só comer!

Essa fica igualzinha! Retirada do site http://jade-in-the-kitchen.blogspot.com/

Essa receita também não é complicada, ele é só mais chatinha por ter que ficar esperando a massa descansar e ir ao forno. Mas de resto é super fácil, é só montar! Recomendo fazer essas receitas na véspera do evento, porque no outro dia elas ficam muito mais saborosas. Se você não tiver tempo de fazer um dia antes, faça pelo menos 4 horas antes do evento, para dar tempo de gelar.

E foram essas as sobremesas do último Natal! Ao longo do ano eu e o C. faremos outras receitas gostosas para engordarmos um pouco mais =P

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Receitas

Papai Noel dos Correios

O clima de Natal já está aí, dá uma vontade de dar e receber presentes. Então lembrei que os correios tem uma idéia muito bacana para ajudar crianças menos afortunadas financeiramente. É o Papai Noel dos Correios. Acho todas as campanhas para um Natal mais feliz válidas, mas essa eu acho melhor porque atende diretamente um pedido de uma criança. Imagina o rosto feliz de um menino ou menina ao ver que ganhou o que pediu ao Papai Noel?

Todo o procedimento funciona assim: você vai até uma agência dos correios e pede pelas cartinhas para o Papai Noel. Lá você escolhe uma de sua preferência. Ela pode ser trocada, se o pedido for maior que a sua disponibilidade financeira. O legal é pegar cartinhas de bairros carentes da sua cidade, por que aí é quase certo que você estará realizando o desejo tanto de uma criança como dos pais dela também.

Aqui em Porto Alegre as cartinhas ficam todas na agência central, que fica na Av. Siqueira Campos, 637, no centro da cidade. Vou fazer de tudo para conseguir um horário livre e ir lá pegar uma cartinha.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Receita de biscotinho

Esse post tá levemente atrasado, mas vale pela delícia.

No Natal passado nem eu nem o C. tínhamos lá muita grana para dar presentes para todos os nossos parentes. Então eu vi na revista Cláudia Comida e Bebida uma receita que pareceu super simples: Biscoito para Presente. Na real, não é tããããão fácil assim, porque a montagem exige um pouco de cuidado e paciência, coisa que me falta um pouco. Segue a receita:

Ingredientes:

Massa básica:

– 2 1/2 xícaras de farinha de trigo

– 1/2 xícara de açúcar

– 1/2 colher (chá) de fermento em pó

– 150g de manteiga gelada, picada

– 2 gemas

– 4 colheres (sopa) de água

Para fazer é só misturar tudo, praticamente. Começando pela farinha, o açúcar, o fermento e a manteiga, misturando com os dedos. Vai ficar uma massa farelenta, então é só acrescentar as gemas e a água e quando estiver tudo bem homogêneo, enrolar em um flme plástico e levar na geladeira por 30 minutos. A parte da geladeira é bem importante, porque a massa é bem gordurosa, e ela geladinha fica bem mais fácil de trabalhar. Essa é a massa básica, e com ela dá para fazer vários formatinhos diferentes. Para os biscotinhos de natal, antes de botar na geladeira eu dividi a massa em dois e acrescentei chocolate em pó e uma metade, e depois levei para gelar. Depois, abri as duas metades em aproximadamente 22x30cm, botei uma em cima da outra e enrolei, como num rocambole. Vai pra geladeira de novo, enrolado em papel alumínio, por mais uns 30 minutos. Depois é só cortar em fatias finas e dispor em uma assadeira. Ele assa rapidinho, em torno de uns 15 minutos, até dourar. Não precisa untar a assadeira, porque ele é bem engorduradinho. E o resultado foi esse:

Esse foi o pacotinho que presenteamos os parentes no Natal.  Ficou muito bonitinho, e bom também, mas precisa de melhoras. Meu avô, que é um especialista em biscoitos, disse para botar uma pitadinha de sal para realçar o sabor, então recomendo se alguém for fazer.

Eu gosto de fazer essas aventuras na cozinha. Ultimamente não tenho tido muito tempo, mas ocasionalmente sai um prato diferente, e normalmente é doce!

Testem a receita e me digam se ficou bom!

Deixe um comentário

Arquivado em Receitas